blog@qui | 7º Ano

Espaço de reflexão sobre as aulas de História | Externato Maria Auxiliadora | Viana do Castelo

19.1.07

Império Romano


Explica as origens do povo romano e caracteriza as quatro etapas da expansão do Império Romano.

7 Comments:

  • At 10:58 da tarde, Blogger Joao Alberto said…

    Mitologicamente, Roma foi fundada por dois irmãos chamados Rómulo e Remo. Estes dois irmãos eram gémeos e foram lançados ao rio Tibre, na Itália. Uma loba viu-os, salvou-os e amamentou-os. Depois, foram entregues a um casal de pastores que os criou. Já adultos, retornaram à cidade de Alba Longa, onde tinham nascido, aí conseguem ganhar mais terras e fundam a nova cidade que viria a ser Roma.

    Historicamente, sabe-se que a Península Itálica, no primeiro milénio antes de Cristo era habitada por povos que se dedicavam à agricultura e à pastorícia, que serviam para consumo próprio. Eram governados segundo um regime monárquico.
    Foi um desses povos, denominado Latinos, que fundou uma pequena aldeia junto ao rio Tibre, cujas terras eram muito férteis e por isso cobiçadas pelos Etruscos.
    Os Etruscos conseguiram anexar Roma no século VI e a sua influência sobre a região foi tal que a pequena aldeia se transformou numa grande cidade.
    Devido à pressão das famílias romanas mais poderosas, pois achavam que havia uma má governação, o domínio etrusco, que durou à volta de cem anos, terminou, iniciando-se uma nova fase da história de Roma que, devido às características do povo romano - fortaleza e combatividade - dá origem à expansão do território e ao Império Romano.
    Os romanos começaram pela conquista da Península Itálica. Daí voltaram-se para Cartago e envolveram-se nas chamadas Guerras Púnicas, durante mais de um século, das quais saíram vencedores e passaram a dominar o comércio do mediterrâneo. Do século III ao século I antes de Cristo, o povo romano construiu um vasto império. Essa construção passou, então, por quatro fases:
    A primeira foi a reconquista da Península Itálica. Decorreu desde 500 a 270 antes de Cristo.
    A segunda foi a conquista de Cartago, da Península Ibérica e da Grécia. Durou desde aquela data até cem anos antes de Cristo.
    Seguiu-se, como terceira fase, a conquista da costa mediterrrânica, do Norte de África e da Gália. Teve uma duração de cento e vinte anos: 100 antes de Cristo a 20 depois de Cristo.
    Finalmente, na quarta fase, ocorreram as conquistas da Britânia, da Dácia e de parte da Ásia Menor. Esta fase terminou em 220 da era cristã.
    o Império Romano teve ainda uma duração de mais novecentos anos, durante os quais este povo dominou vários regiões e conseguiu vastas riquezas.

     
  • At 6:53 da tarde, Anonymous Jo@n@ said…

    Olá stora!!!!

    O desejo de defesa dos romanos, face aos povos vizinhos,transformou-se rapidamente no desejo de conquista de poder económico e prestigio militar.
    Cartago, antiga colónia Fenícia no Norte de África, surge como objectivo estratégico, visto ser uma cidade mercantil que dominava todo o comércio mediterrânico. Era necessário, por isso, conquistá-la.
    Assim, romanos e cartagineses envolveram-se num conflito,conhecido como GUERRAS PÚNICAS, que se arrastou por mais de um século, terminando com a vitória de Roma. Com esta conquista,os romanos abriram as portas do Mediterrâneo, passando a controlar o comércio de uma área até então dominada pelos cartagineses.
    No período compreendido entre 264 a.C. e 117 d.C., os romanos edificaram um grandioso Império. Os seus limites eram de tal forma vastos, que possibilitaram ao povo romano o controlo da totalidade das margens do mar Mediterrâneo, que apelidavam de MARE NOSTRUM.
    A edificação deste grande Império progrediu, essencialmente em quatro etapas:
    -> conquista da Península Itálica, entre 500 a.C. e 270 a.C.
    -> conquista de Cartago, Península Ibérica e Grécia, entre 270 a.C. a 100 a.C.
    -> conquista da costa mediterrânica do Norte de África e Gália, entre 100 a.C. e 20 d.C.
    -> conquista da Britânia, Dácia e parte da Ásia Menor, entre 20 d.C. e 220 d.C.
    O imperialismo dos romanos durou quase 900 anos, possibilitando-lhes o domínio de várias regiões e o acesso a riquezas inimagináveis.

    Jokas pa stora!!!!!!!!

     
  • At 1:27 da tarde, Anonymous luis ricardo said…

    ola stora

    O desejo de defesa dos romanos, face aos povos vizinhos, transformou-se rapidamente no desejo de conquista de poder economico e prestigio militar.
    Cartago,antiga colonia Fenincia do norte de africa, surge como objectivo estratégico visto ser uma cidade mercantil que dominava todo o comercio mediterranico.Era necessario, por isso conquistá-la.
    Assim, romanos e cartigineses envolveram-se num conflito, conhecido por guerras punicas, que se arrastou por mais de um seculo, terminando com a vitoria de roma.
    Com esta conquista, os romanos abriram as portas do mediterranio, passando a controlar o comercio de uma area até entao dominada pelos cartagineses.

     
  • At 2:46 da tarde, Anonymous adriana said…

    roma foi fundada por dois irmaos que emquanto pequenos foram alimentados por uma loba. Mais tarde Romolo Matou o irmao Remo.
    as quatro etapas sao:
    -aconcista da peninsula italica.
    -a conquista de cartago.
    -a conquista da costa mediterranica.
    -e a conquista da britania.

     
  • At 9:42 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    sabiam que o império romano foi criado a partir de muita luta e os romanos quase o perdiam graças aos lusitanos, porque foi o povo que deu mais luta chefiado por viriato que acabou por ser morto pelos seus colegas.

     
  • At 10:33 da tarde, Anonymous zé antónio said…

    oi stôra*******
    A fundação de Roma está rodeadas de lendas. Uma delas conta que dois irmãos, Rómulo e Remo, teriam sido abandonados à nascença nas margens do rios Tibre, sobrevivendo graças a uma loba, que os amamentou. Diz ainda a lenda que foram recolhidos por um pastor e criados por sua mulher. Depois de adultos, os gémeos dicidiram formar uma cidade junto ao local que tinham sido recolhidos. Segundo a mesma tradição, rómulo terá traçado um sulco na terra simbolizando um fosso e uma muralha. Remo, numa atitude trocista, transpôs o fosso e uma muralha com um simples salto, mas Rómulo lançou-se sobre o irmão e matando-o disse: "assim morrerá quem de futuro transpuser as minhas muralhas". Rómulo torna-se-ia assim, o fundador de Roma, no século VIII a. C.
    As quatro etapas são:
    - A conquista da península Itálica;
    - A conquista da costa Mediterrânea;
    - A conquista de Cartago;
    e
    - A conquista da Britânea.
    Xau stôra***********+

     
  • At 8:26 da tarde, Anonymous Daniela Peixoto said…

    Desde o paleolitico que a Peninsula Itálica foi ocupada, por diferentes povos devido à facilidade de acessos quer por mar, quer por terra. O primeiro povo que criou uma civilização foi o Etrusco com lingua própria e arte refinada. Depois ao longo do tempo com evasões de grupos Celtas, os Etruscos perdem e Roma encorpora os Etruscos dentro das suas estruturas politicas.
    A edificação progrediu em quatro etapas:
    * A conquista de Peninsula Itálica.
    * A conquista de Cartago, Peninsula Ibérica e Grécia
    * A conquista da costa Mediterrânica, do Norte de Africa e Gália
    * A conquista da Britania e parte da ásia menor

    ***Kisses and loves for you!!!***

     

Enviar um comentário

<< Home